Pode até encaixar, mas será que vai funcionar?

Pode até encaixar, mas será que vai funcionar?

Porquê a precisão no ajuste da prótese?

Descarregue o artigo gratuito sobre os benefícios de escolher componentes desenhados para funcionar juntos.

Abutment-screw loosening: just because it fits doesn't mean it works – Nobel Biocare

Para cada tipo de restauração existem vários fabricantes que fornecem todos os tipos de componentes. Pode ser difícil saber que componentes escolher e se irão funcionar em conjunto para garantir uma restauração bem-sucedida e duradoura. Antes de se decidir por qualquer tipo de componente, é importante ter em consideração que as restaurações que podem parecer estar ajustadas, mas que não foram especificamente concebidas para funcionar em conjunto, podem resultar em complicações. Estas complicações vão desde o desaparafusamento à fratura de implantes e à falha do sistema.

Aperto dos parafusos – uma necessidade das visitas de seguimento

As restaurações protéticas devem ser verificadas regularmente em consultas de controlo. No entanto, uma vez que não existem diretrizes comuns partilhadas para os controlos de cuidados protéticos, estes podem variar consoante o caso e o médico dentista.

Por vezes, ocorrem complicações técnicas ou estas são descobertas durante o acompanhamento. O chipping da cerâmica e o desaparafusamento são alguns dos mais comuns. A reparação deve ser sempre precedida de uma verificação rigorosa das possíveis causas da complicação (por exemplo, sobrecarga por oclusão incorreta), para evitar uma nova ocorrência. 

► Visite a Foundation for Oral Rehabilitation (FOR) para obter orientações adicionais sobre os cuidados pós-cirúrgicos para restaurações unitárias

Desaperto não previsto dos parafusos de pilar

Existem casos em que o desaperto dos parafusos ocorre com maior frequência, e o paciente necessita de um aperto dos parafusos fora das consultas de controlo planeadas. Estas consultas adicionais não previstas são inconvenientes para o paciente e aumentam a carga emocional associada ao tratamento dentário. Para o médico dentista, o tratamento destes pacientes traduz-se num maior tempo de cadeira e na perda potencial de negócio, uma vez que o tempo poderia ter sido despendido a cuidar de um novo paciente.

Embora faltem dados sobre as causas do desaperto dos parafusos, no segundo capítulo do seu mais recente e-book, a FOR apresenta fatores que podem contribuir para o desaperto dos parafusos. A análise de elementos finitos e os testes biomecânicos indicam que são vários os parâmetros que podem ter impacto no desempenho de um sistema de implantes. Os problemas de desempenho do sistema poderão não ser visíveis a olho nu. Embora os componentes possam estar ajustados uns aos outros, ainda assim podem originar problemas se não forem devidamente concebidos e testados para funcionar em conjunto.

Pilar NobelProcera – folga dos parafusos

Um pilar Nobel Biocare com um implante Nobel Biocare; as forças são distribuídas uniformemente (esquerda). Um pilar de outro fabricante com um implante da Nobel Biocare poderá resultar numa distribuição de forças não controlada (direita).

A importância dos componentes protéticos na sobrevivência dos implantes

desaperto dos parafusos de pilar tem sido referido como uma das causas mais comuns para o fracasso das restaurações implanto-suportadas, a seguir à falta de osteointegração1,2 , o que demonstra que um sistema é tão forte quanto o seu elo mais fraco. 

Componentes de precisão de ajuste

Como garantir um sistema resistente? De acordo com um recente artigo3 , os requisitos aceites para a manutenção e o desempenho a longo prazo de implantes incluem:

  1. A utilização de componentes específicos adequados.
  2. A precisão de ajuste desses componentes.
  3. Pré-carga suficiente nos parafusos clínicos.

Respeitar estes requisitos ajuda a garantir que os componentes dos implantes não terão de ser retirados ou desmontados, que os parafusos não terão desaperto e que os próprios implantes não sofrerão fraturas depois de colocados.

Transferir artigo completo

A ciência por trás dos parafusos clínicos dentários

Uma pré-carga insuficiente resulta num maior movimento relativo entre os componentes do sistema, o que é um fator causador de desaparafusamento ou, até, do fracasso dos componentes. Por outro lado, os valores de pré-carga demasiado altos podem resultar em fratura dos componentes.4 Para evitar valores de pré-carga incorretos, muitos fabricantes fornecem um parafuso clínico específico juntamente com os seus pilares.

Parafuso clínico para implantes dentários

A Nobel Biocare fornece parafusos clínicos otimizados para o sistema implante-pilar de que fazem parte. Consoante o pilar, o tipo de conexão e o tamanho da plataforma, os parafusos são fornecidos com ou sem revestimento, assegurando um ajuste resistente e seguro entre o pilar e o implante.

Por exemplo, o carbono tipo diamante (DLC), um revestimento para parafusos comercializado sob a marca TorqTite, apresenta valores de pré-carga mais altos em comparação com parafusos com uma superfície de titânio padrão (P<0.001).5

Como evitar o desaperto dos parafusos

Ações simples podem fazer uma grande diferença. A seleção rigorosa dos componentes protéticos, da restauração e do parafuso irão ajudar. Além disso:

  • Utilize sempre o parafuso fornecido juntamente com o componente protético.
  • Nunca utilize parafusos de laboratório num ambiente clínico.
  • Utilize instrumentos desenhados especificamente para os parafusos. Os fabricantes de implantes dispõem de chaves de parafusos específicas para diferentes materiais protéticos, pelo que deve utilizar a que se destina ao material protético escolhido.
  • Siga as instruções do fabricante quanto ao torque de aperto previsto.

O sistema implante-pilar está interligado e o desempenho de qualquer componente depende não apenas do próprio componente, mas também das suas interações no sistema. Por conseguinte, escolher componentes concebidos para estar ajustados e funcionar em conjunto a longo prazo será a melhor forma de garantir uma restauração bem-sucedida e a satisfação do paciente.

Desempenho do sistema: Por que motivo a Nobel Biocare desenvolve soluções de ajuste preciso

Bibliografia

1 Krishnan V, Tony Thomas C, Sabu I. Management of abutment screw loosening: review of literature and report of a case. J Indian Prostho­dont Soc. 2014;14(3):208-214. Ler mais

2 Jung RE, Zembic A, Pjetursson BE, Zwahlen M, Thoma DS. Systematic review of the survival rate and the incidence of biological, technical, and aesthetic complications of single crowns on implants reported in longitudinal studies with a mean follow-up of 5 years. Clin Oral Implants Res. 2012 Oct;23 Suppl 6:2-21. Ler mais

3 Hurson. Overcoming implant complications – Authentic, integrated dental implant components, Compendium, July/August 2016, Volume 37, Issue 7, p. 2–6.

Gratton DG, Aquilino SA, Stanford CM. Micromotion and dynamic fatigue properties of the dental implant abutment interface. J Prosthet Dent 2001;85(1):47-52. Ler mais

Vizer T, Maia C, Fuchs F, Liechti M, Heuberger P. Development of a test model to evaluate the pre-load of screw-retained dental implant systems. European Cells and Materials 2014;27(Suppl. 2):16.