Skip to main content
creos mucogain unique oriented porous structure designed for soft tissue regeneration

creos™ mucogain

Estrutura porosa orientada de forma única, concebida para a regeneração de tecidos moles.

Substitui a necessidade de um segundo leito cirúrgico

Evita a dor, a hemorragia, o inchaço e a infeção associados ao pós-operatório.1-3

Método de fabrico patenteado

creos mucogain foi concebido para promover a regeneração dos tecidos moles através da migração de células e vasos sanguíneos para a matriz.4,5,6

creos mucogain collagen matrix

Porquê creos™ mucogain?

VARIEDADE DE OPÇÕES

Diferentes tamanhos e espessuras à escolha


EXCELENTE MANUSEAMENTO

Fácil de utilizar7

Elevada retenção da sutura e resistência à tensão7

Efeito de memória após hidratação e ciclo de carga in vitro4

Pode-se cortar para um encaixe perfeito no leito cirúrgico7


CLINICAMENTE EFICAZ

Num estudo clínico, demonstrou promover a saúde dos tecidos moles e manter uma espessura adequada dos tecidos moles7-10


                                        Estrutura porosa orientada única

  • creos mucogain - matrix structure

    1. Estrutura da matriz

    Estrutura de interligação porosa produzida por um processo patenteado.⁴⁻⁶

  • creos mucogain - Propriedades mecânicas

    2. Propriedades mecânicas

    Após hidratação e compressão em 49 ciclos in vitro, o enxerto recupera o seu volume inicial.⁴

  • creos mucogain - biological outcome

    3. Resultado biológico

    Concebido para promover a regeneração dos tecidos moles através da migração de células e vasos sanguíneos para a matriz.⁴

Para utilização imediata

creos mucogain está desenhado para indicações de aumento do tecido mole na cavidade oral, ao redor de dentes ou implantes:

– Procedimentos de regeneração tecidual guiada (RTG) para recobrimento radicular em casos de defeitos de recessão

– Aumento gengival localizado para aumento do tecido queratinizado ao redor de dentes ou implantes.

creos mucogain - use straight out of the box
Imagem SEM cedida pela Schüpbach Ltd.

Clinicamente eficaz para a regeneração de tecidos moles em cicatrização submersa, juntamente com a colocação imediata de implantes e procedimento de enxerto ósseo.7,8 

Uma análise retrospetiva que incluiu 45 pacientes com um acompanhamento de até 4.5 anos (média de 1.8 ± 1.3 anos) demonstrou que creos mucogain promove a saúde dos tecidos moles e retém uma espessura adequada dos tecidos moles quando utilizado em simultâneo com a colocação de implantes.9

“creos mucogain pode ser utilizado em muitas situações clínicas, atingido-se uma estabilidade satisfatória dos tecidos moles com abordagens simples.”

Caso clínico, Cirillo F. (Março 2020).10

Cirurgia plástica periodontal: cobertura de recessão gengival com uma matriz de colagénio xenogénica.

A Fundação de Reabilitação Oral (FOR.org)

Vista bucal antes da cirurgia (esquerda) e 8 meses após a cirurgia (direita) na posição 22, 24, 25, 26 após o tratamento com creos mucogain.

Imagens reimpressas com permissão do autor e da FOR.

Instruções de utilização de creos mucogain

Informações importantes e instruções de creos mucogain.

Tem perguntas sobre creos mucogain?

Se pretender informações adicionais, mais detalhes ou se tiver perguntas específicas sobre creos mucogain, clique na hiperligação abaixo.

Webinar com o Dr. Giacomo Fabbri

Material de substituição de tecidos moles nos tratamentos com implantes: indicações e estratégias clínicas.

Dr Giacomo Fabbri's webinar on creos mucogain

Recursos

Formação

Encontrar um curso sobre o manuseamento de tecidos duros e moles

Pesquisa de cursos

Referências

Consulte nas instruções de utilização todas as informações de prescrição, incluindo as indicações, contraindicações, avisos e precauções.

  1. Aguirre-Zorzano LA, García-De La Fuente AM, Estefanía-Fresco R, et al. Complications of harvesting a connective tissue graft from the palate. A retrospective study and description of a new technique. J Clin Exp Dent 2017;9(12):e1439-e1445.  
    Ler na PubMed
  2. Griffin TJ, Cheung WS, Zavras AI, et al. Postoperative complications following gingival augmentation procedures. J Periodontol 2006;77(12):2070-2079.  
    Ler na PubMed
  3. Harris RJ, Miller R, Miller LH, et al. Complications with surgical procedures utilizing connective tissue grafts: a follow-up of 500 consecutively treated cases. Int J Periodontics Restorative Dent 2005;25(5):449-459.  
    Ler na PubMed
  4. Damink L.O., Heschel I, Leemhuis H. et al Gasser A, Wessing B, Eummelen L, et al. Soft tissue volume augmentation in the oral cavity with a collagen-based 3D matrix with orientated open pore structure. Current Directions in Biomedical Engineering 2018; 4(1): 237 – 241
    Ler o documento 
  5. Heschel I, et al. 2002. Method for producing porous structures. US patent 6,447,701 B1.
  6. Boekema B, Vlig M, Olde Damink L, et al. Effect of pore size and cross-linking of a novel collagen-elastin dermal substitute on wound healing. J Mater Sci Mater Med 2014;25(2):423-433.  
    Ler na PubMed
  7. Wessing B, Vasilic N. Soft tissue augmentation with a new regenerative collagen 3-d matrix with oriented open pores as a potential alternative to autologous connective tissue grafts [329]. Clin Oral Implants Res 2014;25(s10):342. [poster presentation].  
    Ler o poster
  8. Sanz‐Martín I, Encalada C, Sanz‐Sánchez I, et al. Soft tissue augmentation at immediate implants using a novel xenogeneic collagen matrix in conjunction with immediate provisional restorations: A prospective case series. Clin Implant Dent Relat Res 2019;21(1):145-153.   
    Ler o artigo completo
  9. Wessing B, Boekema B, Gonzalez O, Soft tissue augmentation with a collagen-based 3D matrix with directed pore channels. Clin Oral Impl Res;30 (S19):401. 
    Ler o poster
  10. Cirillo F. and Encalada C. Periodontal plastic surgery: treatment of multiple gingival recessions.
    Ler na FOR.org